Mercedes vai ficar na Formula 1 e Hamilton quer 10 títulos (vídeo)

sexta-feira, 31 de maio de 2019 às 13:00

Ola Kallenius

Já estava claro que a Mercedes continuaria correndo na Formula 1 após 2021, mas agora Toto Wolff disse que a equipe estará envolvida no mínimo até 2025.

Muitas equipes estão inseguras após o conjunto de mudanças de regras que vai atingir o esporte em 2021, mas os atuais campeões estão muito à frente disso. A fonte de mídia italiana Corriere Dello Sport relatou que o novo presidente Daimler AG, Ola Kallenius, decidiu sobre seu futuro.

Seu atual programa de Fórmula E continuará avançando, porém, seus planos de Le Mans podem ter que dar um passo para trás.

Essa confirmação – a primeira dentre todas as equipes de F1 – pode significar que a Mercedes tem uma influência forte sobre como as regulamentações mudam em 2021. Isso também significa que Lewis Hamilton pode permanecer na Flecha de Prata e quebrar mais recordes.

Aliás, Lewis Hamilton deu a entender que tem planos de conquistar até 10 títulos mundiais antes de se afastar da F1. Com cinco títulos já conquistados, Hamilton agora só tem Michael Schumacher à frente, com o alemão tendo garantido sete coroas em sua carreira, duas com a Benetton e cinco com a Ferrari.

Mudar para a Mercedes em 2013 ajudou Hamilton a se tornar estatisticamente um dos maiores pilotos da história da F1.

Ele já superou o recorde de Schumacher de pole positions e conquistou sua 85º pole em Monaco no último final de semana.

A vitória em Monte Carlo levou Hamilton a 77 vitórias, a apenas 14 do recorde absoluto de Schumacher, enquanto que Lewis subiu na classificação após seis corridas de 2019, sugerindo que o título número seis está em disputa.

Falando a David Letterman no programa da Netflix do apresentador de talk show americano, Hamilton admitiu que está olhando para a carreira de recordista de Schumacher ao julgar sua própria.

“Michael se aposentou quando ele tinha 38 anos, eu tenho 33 anos, então eu quero dizer que definitivamente posso correr mais cinco anos”, disse Hamilton. “Estou ridiculamente determinado a vencer.”

O programa mapeou a conhecida ascensão de Hamilton através das fileiras do kart até a Formula 1, vindo de uma educação modesta na Inglaterra – em comparação com as riquezas que costumam aparecer ao redor do automobilismo, mesmo nas categorias mais baixas.

Hamilton acredita que sua base humilde lhe dá uma vantagem sobre alguns rivais.

“O que realmente me motiva competir contras os outros é o fogo dentro de mim, desde que éramos jovens e o quanto eu tinha que trabalhar duro”, acrescentou.

“Eu tenho a oportunidade de deixar tudo de lado agora, mas eu sinto que estaria esbanjando se eu não continuasse a melhorar, crescer, forçar tudo.”

“Então eu tenho que continuar enquanto puder, basicamente, até que eu não esteja gostando.”

Veja Hamilton aterrorizando David Letterman…

 

AS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.