Mercedes poderia sair da F1 sem acordo sobre Brexit

Mercedes

O “Brexit” pode fazer com que a Mercedes saia da Fórmula 1. Essa é a afirmação alarmante de David Richards, um ex-chefe da equipe de F1 que agora é presidente da Motorsport UK.

Falando à Press Association Sport, ele estava se referindo à advertência do chefe da Mercedes, Toto Wolff, nesta semana, de que um Brexit “sem acordo” poderia causar estragos para as equipes da F1 no Reino Unido.

“Olhando para o investimento que a Mercedes tem em Brackley, e a infraestrutura que já está lá, seria impossível que o Brexit os fizesse parar com a Fórmula 1?”, perguntou ele. “Isso não tornará a vida de uma equipe de Fórmula 1 baseada na Inglaterra mais fácil”.

Richards disse que está “surpreso” com o fato de outros dirigentes do Reino Unido não terem se juntado a Wolff para soar o alarme sobre a iminente retirada da Grã-Bretanha da União Europeia.

“Há alguns meses, Toto Wolff é a única pessoa que tem sido muito clara sobre os problemas”, afirmou ele. “O transporte dentro e fora do país entre as rodadas europeias será uma grande dor de cabeça”.

“Se conseguirmos um Brexit sem contrato, a primeira parte da temporada vai ser muito desafiadora para todas as equipes, e não acho que algumas delas tenham considerado isso ainda”, acrescentou Richards.

Os treinos de pré-temporada já começaram e assim como nos últimos anos, convidamos você para acompanhá-los conosco aqui todos os dias a partir das 8 horas da manhã até às 2 da tarde ao vivo de Barcelona, de 18 de fevereiro até o dia 21. E depois de 26 de fevereiro a 1 de março. Tudo ao vivo e em detalhes para você ficar totalmente por dentro de como começa a temporada de 2019 da Fórmula 1!

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.