McLaren: Fórmula 1 pode perder equipes com as novas regras

sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018 às 12:35

Fórmula 1

A dona da Fórmula 1, Liberty Media, foi instada pelo chefe da McLaren, Zak Brown, a não fazer conluio com a Mercedes e a Ferrari sobre as futuras regras. O diretor executivo da McLaren quer que a Liberty considere os benefícios de toda disputa de corrida durante o que ele acredita que será um período “turbulento” de discussões para enquadrar os regulamentos da F1 a partir de 2021.

Brown acredita que isso significa estar disposto a permitir que as equipes insatisfeitas saiam.

“Eu acho que a Liberty precisa se concentrar no que é melhor para a categoria e para o que é melhor para os fãs”, disse ele. “Se isso significa que uma equipe ou uma fabricante não suporta isso – então ela precisa estar preparada para reconhecer que não vai deixar todos satisfeitos”.

“Seu foco precisa ser sobre o que é melhor para a categoria e se alguém sente que isso é em detrimento de sua equipe. Preferiria perder um, substituí-los e ter 10 equipes, do que ter uma ou duas equipes [apenas] no campeonato”.

Quando perguntado por Autosport se havia um perigo de que, ao fazer isso, a Mercedes e a Ferrari pudessem sair da F1, Brown disse: “Eu acho que isso é altamente improvável, mas acho que qualquer coisa é possível”.

“Portanto, precisamos ter um conjunto de regras que permita que aqueles que estão olhando para a categoria possam entrar. Na situação inesperada e, espero, altamente improvável que elas [Mercedes e Ferrari] saiam, a categoria precisa continuar”.

“Acho que a Ferrari é um caso único porque é a Ferrari, mas perdemos a BMW, perdemos a Toyota e perdemos a Honda antes”.

“Nós todos vimos fabricantes vir e ir na categoria e ela sempre sobreviveu. Então, temos que escrever regras avançando sobre o que é melhor para a categoria, e não o que é melhor para as fabricantes”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.