McLaren ameaça abandonar a F1

domingo, 24 de março de 2019 às 9:07

McLaren

Na próxima semana, uma reunião muito importante será realizada entre a Fórmula 1, a FIA, e representantes de todas as 10 equipes do grid sobre as mudanças na regulamentação de 2021. Vários chefes de equipe ameaçaram desistir da competição se as mudanças propostas aos regulamentos não se adequarem aos seus planos.

O último a fazer isso é o CEO da McLaren, Zak Brown, que seleciona dois fatores cruciais que manterão a equipe britânica na competição: o lado financeiro e o competitivo.

“Uma vez nivelado, isso deve acelerar a competitividade de todos”, disse Brown. “A F1 teve períodos dominantes, mas uma grande F1 é a que ninguém mais domina. Isso pode significar que uma equipe vencerá dois campeonatos seguidos, não cinco ou seis”.

“Para a McLaren, tem que marcar duas opções: ser financeiramente viável e ser capaz de lutar de forma justa e competitiva. Se não fosse isso, consideraríamos seriamente nossa posição. Essa não é uma posição em que queremos estar”, prosseguiu.

“As pessoas usam suas táticas de negociação, mas temos que ter uma equipe de corridas competitiva e responsável fiscalmente, e se acharmos que as novas regras não nos colocam nessa situação, teríamos que rever nossa participação na F1”, ameaçou o CEO da McLaren.

“A distribuição das receitas deve ser mais equilibrada, deve ser orientada para o desempenho. Em menor grau do que hoje deve haver reconhecimento para a sua história. Todos concordamos que a Ferrari é o maior nome e deve ser remunerada como tal, mas não ao nível que é e você também não deveria poder investir esse dinheiro em corridas”, comentou.

“Estou otimista de que todos irão participar. Haverá fogos de artifício até lá, é negociação, mas estou otimista. A F1 fará as coisas certas e inscreverá todas as 10 equipes e teremos uma F1 muito melhor e mais competitiva a partir de 2021”, concluiu Brown.

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.