Marchionne: Liberty não entende a tecnologia da Fórmula 1

quarta-feira, 7 de março de 2018 às 12:17

Sergio Marchionne

Sergio Marchionne disse à Liberty Media que volte atrás e deixe a Ferrari continuar com o negócio de fazer carros de Fórmula 1.

Recentemente, o presidente da Ferrari disse que não estava de acordo com a aparente direção pós-2020 da Liberty para a F1 e que ameaçou sair da categoria após 2020.

Mas Marchionne disse no Motor Show de Genebra que ele acredita que um compromisso será encontrado.

“Queremos uma proteção clara do DNA dessa categoria. Nós não queremos que seja diluído por fatores comerciais e de entretenimento”, ele é citado pelo Corriere dello Sport.

“Estamos envolvidos no lado técnico, enquanto acredito que a Liberty não entende nada sobre isso. Então, deixe-nos trabalhar”.

“Se um concorrente não pode ser distinguido do outro – se a Ferrari não puder se destacar da Mercedes – então faremos outra coisa”, disse Marchionne.

Quando perguntado se a era de Bernie Ecclestone era melhor, o italo-canadense disse: “Eu vi Bernie nesta manhã. Eu não sei”.

“O compromisso comercial da Liberty é muito sério, mas Bernie teve uma força única – ele não iria interferir na escolha técnica”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.