Manipular a emoção mataria a Formula 1, diz Lauda

sábado, 28 de março de 2015 às 9:00

Niki Lauda

Niki Lauda disse que a Mercedes está ficando fora do debate político em torno do domínio contínuo da equipe na F1.

Depois de Melbourne, a Red Bull – ameaçando até mesmo deixar a categoria em protesto – pediu medidas drásticas já que as regras atuais e a posição incontestada de superioridade da Mercedes estão ‘matando’ a F1.

Quando perguntado sobre a agitação, Lauda insistiu: “Para colocar em poucas palavras, Toto Wolff e eu estamos nos concentrando em vencer”.

“É por isso que você corre – para ser mais rápido do que os outros. Por que (os esquiadores austríacos) Hirscher e Fenninger esquiam? Porque eles querem ganhar. Ninguém está interessado em política na F1”, acusou ele.

O argumento, no entanto, é que a Mercedes está fazendo a F1 chata, então alguns ajustes nas regras poderiam fazer as equipes ficarem mais próximas e as corridas mais interessantes.

“Eu não entendo toda esta discussão”, respondeu Lauda. “Fomos os melhores no ano passado, por isso é lógico que ainda estamos na frente na primeira corrida da nova temporada”.

“Agora cabe a Sebastian Vettel e todos os outros tentarem derrubar a nossa liderança. Mas você não pode manipular artificialmente a categoria para torná-la mais emocionante”.

“Uma vez que começa a fazer isso, o esporte a motor está morto”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.