Leclerc conquista sua primeira vitória na F1 em Spa

Charles Leclerc

Charles Leclerc suportou a pressão de Lewis Hamilton para conquistar sua primeira vitória na Fórmula 1 e também a primeira da Ferrari em 2019 no GP da Bélgica.

Hamilton e Valtteri Bottas, da Mercedes, completaram o pódio depois que o companheiro de Leclerc na Ferrari, Sebastian Vettel, perdeu posições devido a dificuldades com os pneus e um pit-stop extra.

Hamilton se aproximou rapidamente de Leclerc nas voltas finais, mas cruzou a linha nove décimos atrás.

A corrida começou com um safety car quase imediato depois da batida de Max Verstappen na Eau Rouge na primeira volta. Verstappen largou mal e foi ultrapassado por Kimi Raikkonen e Sergio Perez antes da La Source, mas mergulhou por dentro de ambos na freada.

Ele passou Perez de maneira limpa, mas atingiu Raikkonen quando o finlandês fechou a porta e os dois se tocaram novamente na saída da curva. A roda dianteira esquerda de Verstappen foi danificada e quebrou completamente quando ele entrou na Eau Rouge, provocando sua batida na barreira externa.

Raikkonen continuou após uma visita aos pits, assim como Daniel Ricciardo, cujo carro da Renault sofreu danos no assoalho em um incidente separado mais atrás.

O safety car deveria retornar ao pitlane na terceira volta, mas continuou no circuito porque Carlos Sainz parou após uma perda de potência no motor Renault de sua McLaren.

Vettel foi o primeiro a parar na volta 15. Leclerc, Hamilton e Bottas permaneceram na pista por várias voltas a mais, e quando o líder entrou na 21ª passagem, ele havia perdido tempo demais para manter o primeiro lugar.

O esforço de Vettel com pneus novos lhe deu uma vantagem de cinco segundos quando Leclerc saiu dos boxes, mas o monegasco chegou rapidamente com sua borracha mais nova. Restando 18 voltas, a Ferrari instruiu Vettel a abrir passagem para seu companheiro de equipe e ele obedeceu.

Depois de também ser ultrapassado por Hamilton, Vettel foi instruído a continuar na pista se pudesse segurar Bottas, mas ele respondeu “negativo” quase imediatamente e entrou para mais uma troca de pneus a fim de fazer a melhor volta e marcar um ponto de bônus.

Alex Albon obteve um surpreendente quinto lugar em sua estreia na Red Bull depois de uma boa recuperação vindo do final do grid. Ele herdou o melhor resultado de sua carreira na F1 quando Lando Norris abandonou na última volta, deixando Albon em sexto, e ele então tomou a quinta posição de Sergio Perez.

Isso promovou Daniil Kvyat a sétimo, e um novo drama ocorreu quando o então oitavo colocado Antonio Giovinazzi bateu e abandonou.

Nico Hulkenberg ficou com a posição após passar seu companheiro Ricciardo durante um ataque no final da prova, enquanto Pierre Gasly foi o nono em seu primeiro GP desde o rebaixamento da Red Bull para a Toro Rosso. Lance Stroll completou os 10 primeiros.

Classificação da prova:

Pos. Piloto Equipe Voltas Tempo/dif.
1 Charles Leclerc Ferrari 44 1h23m45.710s
2 Lewis Hamilton Mercedes 44 0.981s
3 Valtteri Bottas Mercedes 44 12.585s
4 Sebastian Vettel Ferrari 44 26.422s
5 Alexander Albon Red Bull/Honda 44 1m21.325s
6 Sergio Perez Racing Point/Mercedes 44 1m24.448s
7 Daniil Kvyat Toro Rosso/Honda 44 1m29.657s
8 Nico Hulkenberg Renault 44 1m46.639s
9 Pierre Gasly Toro Rosso/Honda 44 1m49.168s
10 Lance Stroll Racing Point/Mercedes 44 1m49.838s
11 Lando Norris McLaren/Renault 43 abandono
12 Kevin Magnussen Haas/Ferrari 43 1 volta
13 Romain Grosjean Haas/Ferrari 43 1 volta
14 Daniel Ricciardo Renault 43 1 volta
15 George Russell Williams/Mercedes 43 1 volta
16 Kimi Raikkonen Alfa Romeo/Ferrari 43 1 volta
17 Robert Kubica Williams/Mercedes 43 1 volta
18 Antonio Giovinazzi Alfa Romeo/Ferrari 42 acidente
19 Carlos Sainz Jr. McLaren/Renault 1 motor
20 Max Verstappen Red Bull/Honda 0 acidente

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.