Futuro da Manor na F1 está novamente ameaçado

Manor

Manor

O futuro da Manor está novamente ameaçado, de acordo com relatos.

De acordo com o jornal finlandês Ilta Sanomat, há rumores de que a equipe, que quase fechou no final de 2014, agora corre o risco de ficar sem dinheiro.

A revista alemã Auto Bild relatou algo similar, dizendo que a situação financeira significa que, se a Manor quiser sobreviver, quase certamente terá de contratar “dois pilotos pagantes” para 2017.

O grande problema para a Manor foi a perda do lucrativo 10º lugar no campeonato de construtores para a Sauber após o surpreendente nono lugar de Felipe Nasr no GP do Brasil.

A 10ª colocação rende uma premiação de 15 milhões de dólares, talvez muito mais, enquanto a 11ª não recebe nada.

Apesar de Nasr ter obtido o grande resultado para a Sauber, isso na verdade pode ter prejudicado as chances do brasileiro permanecer na equipe suíça.

A Manor agora pode buscar os pilotos com mais dinheiro para 2017 ao invés de manter Pascal Wehrlein, que conta com o apoio da Mercedes.

Acredita-se que Esteban Gutierrez, Jordan King e Rio Haryanto estão oferecendo mais para a Manor do que Wehrlein e a Mercedes.

Portanto, se Wehrlein sair, a Sauber pode contratá-lo como substituto de Nasr, cujo patrocinador Banco do Brasil está enfrentando problemas.

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.