Fórmula 1 terá desafios sem a Ferrari, diz Mansell

quarta-feira, 24 de janeiro de 2018 às 13:08

Nigel Mansell

Nigel Mansell acredita que é muito importante para a Fórmula 1 manter a Ferrari na categoria. A fabricante italiana ameaçou sair por causa das propostas de motor da Liberty Media para 2021.

A Scuderia manteve-se firme em suas ameaças, alegando que não valeria a pena ficar se achasse que a F1 não estava indo na direção certa. Mansell, que correu 31 Grands Prix com a Ferrari, diz que é vital que ela permaneça no grid até 2020.

Quando questionado pela Sky Sports, o que a F1 pode fazer sem a Ferrari, Mansell disse: “Absolutamente nada. A Fórmula 1 terá grandes desafios à frente se deixar que qualquer fabricante se afaste”.

“Nós só temos 20 carros no grid agora. No apogeu, havia 43 carros de F1 tentando se classificar para 26 lugares. Os fãs em todo o mundo estão gritando para ter 26 carros de novo. Precisamos de novos pilotos, sangue novo, novos fabricantes que comecem a competir em condições equitativas”.

Com as medidas de redução de custos sendo o foco principal do futuro da Liberty Media para a F1, Mansell espera que seja suficiente para atrair mais fabricantes para o grid, alegando que pelo menos 26 carros são necessários para competir.

“Temos um acúmulo de ótimos pilotos que desejam entrar na Fórmula 1 e precisamos de mais fabricantes com pelo menos 26 carros no grid. Espero que a Liberty tenha alguns novos regulamentos que todos abraçarão e haverá uma competição mais nivelada onde todos possam disputar”.

“Há algo de errado com qualquer esporte quando você tem, como bom ou mau exemplo, uma equipe incrível como a McLaren, que ganhou muitos campeonatos mundiais e um incrível fabricante de motores como a Honda, e eles não conseguiram acertar”.

“Isso não deveria ser tão difícil”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.