Fórmula 1 pode aumentar teto orçamentário para 2021

quarta-feira, 5 de setembro de 2018 às 12:22

Claire Williams

Foi relatado que a Liberty Media está planejando aumentar o limite orçamentário proposto para US$ 200 milhões a partir do ano 2021. O limite orçamentário continuará a cair ano após ano até 2023, quando atingirá sua meta original de US$ 150 milhões.

Nem todas as despesas da equipe serão cobertas pelo limite orçamentário, como os salários dos pilotos, que é a maior parcela de pagamento individual para algumas equipes, além dos custos de marketing e hospitalidade. Os detalhes finais de qualquer limite proposto ainda não foram finalizados, incluindo o tipo de penalidade que seria imposta se o limite fosse violado por uma equipe.

Um limite de orçamento foi proposto para a F1 no passado em 2009, mas foi rejeitado por algumas das grandes equipes no paddock, com equipes como Ferrari e Red Bull ameaçando desistir da F1 sobre a questão e foi posteriormente arquivado até agora, com preocupações sobre capacidade de várias equipes para sobreviver no clima atual da F1.

Claire Williams, vice-chefe de equipe Williams, disse isso sobre a questão do teto orçamentário: “O que precisamos alcançar nesta categoria agora é absolutamente fundamental para a própria sobrevivência de certas equipes, não acho que isso deva ser subestimado ou ser dado como garantido”.

“O desafio que alguns de nós estão enfrentando no momento por causa das circunstâncias em que esta categoria chegou ao longo dos últimos anos. É incrivelmente difícil para equipes como a nossa e não deve ser subestimado o quão importante estes novos regulamentos para 2021 estão influenciando sobre a sobrevivência de nossas equipes”.

Quer concorrer a uma réplica do capacete do Ayrton Senna? Clique AQUI e palpite sobre quem vai vencer a etapa de Cascavel da Stock Car!

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.