Fórmula 1 considera mudanças no DRS após o GP da China

terça-feira, 21 de março de 2017 às 12:27
Mercedes

Mercedes

A Fórmula 1 irá avaliar se seu Sistema de Redução de Arrasto (DRS) precisa ser alterado para aumentar as ultrapassagens após a segunda corrida do ano na China.

Um aumento na pressão aerodinâmica dos carros deste ano foi previsto em tornar a ultrapassagem mais difícil. A FIA havia indicado anteriormente que as zonas de DRS poderiam ser alteradas para facilitar a ultrapassagem.

No entanto, Albert Park em Melbourne, tem pouco espaço para que suas duas zonas de DRS sejam estendidas.

O site F1 Fanatic entende que uma decisão já foi tomada para analisar o assunto mais de perto após a segunda corrida do ano, no início de abril. A FIA deseja compreender plenamente como as mudanças aerodinâmicas deste ano afetaram o papel do DRS antes de tomar qualquer ação.

As equipes alertaram os pilotos que não podem ter um benefício tão grande de DRS como tinham antes devido aos níveis elevados de arrasto criados pelos novos carros.

“Precisamos aprender sobre a ultrapassagem porque este carro é fundamentalmente diferente do ponto de vista aerodinâmico”, disse o diretor de engenharia Aldo Costa da Mercedes.

“Eles não foram particularmente estudados para melhorar a ultrapassagem. Então, precisamos ver como vai ser”.

“O efeito de DRS será menor, assim provavelmente a FIA terá que aumentar sua distância, provavelmente para torná-lo tão eficaz ou ainda mais eficaz. Então, temos de descobrir, pouco a pouco, onde estamos em termos de corrida”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.