Ferrari demite chefe de motor da Fórmula 1

quinta-feira, 6 de julho de 2017 às 14:28
Ferrari

Ferrari

A Ferrari demitiu Lorenzo Sassi, engenheiro-chefe da sua unidade de potência na Fórmula 1.

Embora a equipe com base em Maranello tenha se recusado a comentar, fontes com bom conhecimento da situação confirmaram a mudança, com um relato no jornal italiano Il Giornale dizendo que a saída de Sassi foi pedida após a intervenção direta do presidente da Ferrari, Sergio Marchionne.

Não está claro se ele deixou a empresa completamente, ou foi transferido para outro papel dentro do grupo Fiat.

Fontes sugeriram que Sassi deixou a equipe apenas nos últimos dias, e a manobra criou algum choque porque a Ferrari fez um bom progresso com seu motor nesta temporada.

Sebastian Vettel está liderando o campeonato em 14 pontos sobre Lewis Hamilton, e muitos na F1 acreditam que agora há pouca diferença na potência entre os motores Ferrari e Mercedes.

A saída de Sassi vem com sugestões de que a Ferrari vai apresentar um motor altamente atualizado no GP da Inglaterra.

Vettel se desviou de perguntas sobre o impacto da partida de Sassi quando solicitado na Áustria na quinta-feira.

“Eu não sei o que você está se referindo”, disse ele. “É melhor você falar um pouco mais alto”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.