F1 – Wolff: Promotores de corridas queriam a proibição de mudanças no capacete

Alguns capacetes de Vettel em 2011

Toto Wolff defendeu a controversa proibição de mudanças de desenhos de capacetes dos pilotos.

Após a recente reunião da Comissão de F1, surgiu que a crescente tendência de diversas alterações de desenhos de capacetes não será mais permitida.

A regra já está nos regulamentos de 2015, que diz que os pilotos precisam ter “substancialmente o mesmo desenho” em todas as corridas, baseado no fundamento de que eles devem ser “facilmente distinguidos um do outro”.

Sebastian Vettel, que mudou seus desenhos nada menos que 60 vezes desde que estreou na F1, chamou a mudança de uma “piada”.

Na verdade, a introdução da regra foi amplamente controversa, mas o chefe da equipe Mercedes Wolff pensa que o momento pode simplesmente ter sido infeliz, dado o impasse sobre outros assuntos, como regras de motor e redução de custos.

“Esse detalhe saindo da Comissão de F1 nos fez parecer que não temos mais nada a fazer do que discutir os capacetes dos pilotos”, disse à Sky. “Na realidade, os promotores estão com dificuldades para promover suas corridas”.

É verdade que não se trata apenas de Bernie Ecclestone, da FIA e das equipes representadas na Comissão de F1, mas também dos patrocinadores e promotores de corridas.

Wolff explicou que, enquanto os fãs obstinados da F1 são capazes de se manterem atualizados com as mudanças do capacete dos pilotos, os espectadores menos regulares não conseguem acompanhar estas mudanças.

Ele disse o reconhecimento do piloto se tornou assim uma questão “importante”.

“Então, ou você coloca grandes números no carro, o que não gostamos, ou você faz o piloto mais reconhecível com o capacete”, o austríaco explicou. “Se o promotor acredita que isto irá ajudá-lo a vender bilhetes, acho que é um bom argumento”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.