F1 – Wolff: Ferrari pode forçar mais as regras do que a Mercedes

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015 às 8:11

Ferrari e Mercedes

A Mercedes poderia ser prejudicada em sua luta contra a Ferrari, porque não tem a proteção histórica – nem a vontade de forçar o limite de regras da F1 – como sua rival italiana, afirma Toto Wolff.

A Ferrari não fez segredo de suas ambições de ganhar o campeonato mundial no próximo ano e demonstrou isso no último inverno – ao desafiar a FIA sobre as regras de fichas de desenvolvimento de motores – que ela está pronta para fazer todo o possível para aumentar as suas chances.

Este ano, ela também foi envolvida em polêmica sobre sua aliança aerodinâmica com a Haas, apesar de ter sido inocentada de qualquer irregularidade pela FIA, e também foi alvo de reclamações de rivais sobre o fluxo de combustível no início da temporada.

À frente do que parece destinado a ser uma luta intensa pelo título entre Mercedes e Ferrari em 2016, Wolff admite que o fato de que sua empresa ter uma cultura corporativa de funcionar bem dentro dos regulamentos, pode enfrentar tempos mais difíceis.

“Porque nós somos a Mercedes, operamos em um ambiente seguro – mas com uma filosofia muito competitiva e dinâmica”, disse Wolff. “Não somos a Ferrari. Por isso, às vezes a maneira como você lida com os regulamentos, ou como interpreta os regulamentos, pode lhe dar uma vantagem”.

“É por isso que acreditamos que este é definitivamente um fator que nos prejudica. Mas é assim que é. Tudo bem”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.