F1 – Wolff: Alguém vai bater no muro ao tentar a volta mais rápida

Mercedes

O chefe da equipe Mercedes, Toto Wolff, acredita que um piloto de Fórmula 1 caia fora de uma corrida enquanto tenta marcar o novo ponto de bônus para a volta mais rápida.

“Eu sou sempre cético sobre os nossos pilotos fazendo a volta mais rápida”, disse Wolff, “porque um dia alguém vai acabar no muro e jogar fora muitos pontos. E espero que não seja uma Mercedes”.

Wolff já disse a seus pilotos para não forçar no final das corridas para marcar o ponto extra, que foi reintroduzido na F1 este ano. No entanto, ele descreveu a regra como uma “boa ideia”, que criou “discussão se você corre riscos ou não”.

O aparecimento de um Safety Car nas últimas voltas do GP do Bahrain anulou todas as tentativas tardias de estabelecer a volta mais rápida. Wolff apontou que a Red Bull poderia ter tido a oportunidade de colocar Max Verstappen em um novo jogo de pneus para o bônus, mas a equipe queria aproveitar uma chance em potencial para passar a Ferrari de Charles Leclerc pela terceira colocação.

“Eu acho que se não fosse por Leclerc, Max teria tido uma parada a mais”, disse Wolff. “Isso caiu quando Charles teve o problema”.

O chefe da equipe da Red Bull, Christian Horner, disse que a equipe estava considerando um pit stop tardio para Verstappen. “Se você olhar para isso, você tem um pit stop a mais por um ponto”, disse ele. “Valeria uma aposta naquele momento. Isso abre uma nova dinâmica que é interessante”.

Valtteri Bottas lidera o campeonato graças ao ponto de bônus que ele marcou no GP da Austrália. Ele disse que os pontos de volta mais rápidos podem fazer a diferença no final do ano.

“São pontos que contarão no final do campeonato”, disse ele. “Obviamente, agora, neste momento, não importa muito, mas o que importa é no final do campeonato e vimos muitos campeonatos terminando com margens muito pequenas”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.