F1 – Wolff admite um gosto agridoce pelos problemas de Rosberg

domingo, 23 de novembro de 2014 às 17:22

Nico Rosberg

Toto Wolff admitiu que o final da temporada de 2014 em que Lewis Hamilton se tornou campeão, o deixou com um sentimento agridoce.

Apesar de expressar um sentimento de alívio que a temporada dominante da Mercedes terminasse sem controvérsias, ele disse que os problemas de confiabilidade de Nico Rosberg significavam que não foi um dia perfeito.

Com Hamilton conquistando o título com uma vitória, Rosberg terminou em 14º com problemas no sistema de recuperação de energia.

“Embora ganhássemos o campeonato, sabíamos que ia ser um desafio ficar neutro e se equilibrando entre os dois pilotos. Mas agora, tudo acabou e é um alívio”.

“Mas também deixou um sentimento agridoce. Lewis Hamilton venceu 11 corridas, e ele merecia ser o campeão do mundo. Ele teve altos e baixos mas no final é um merecido campeão mundial”.

“A parte amarga é que trabalhamos muito para fazer o carro confiável para permitir uma disputa na pista. O fato de termos um problema com o carro de Nico significa que há um gosto amargo e nos deixa um pouco para baixo”.

O fato de que o final foi ofuscado por problemas de confiabilidade deixou a Mercedes muito consciente de que o campeonato poderia ter sido decidido por essas falhas.

Se tivesse sido Hamilton que tivesse problemas, deixando o caminho aberto para Rosberg ganhar, então Wolff acha que teria entregado o título para o alemão.

Quando perguntado o que isto significava, Wolff disse: “Nico não terminar, para nós foi um drama pessoal porque esperávamos os dois carros chegando ao fim”.

“Já Lewis não terminar, estando na liderança do campeonato e na liderança da corrida, teria sido um drama muito maior”.

“No entanto, isto não torna tudo mais aceitável, já que o carro de Nico quebrou”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.