F1 – Williams quer distribuição mais justa das receitas a partir de 2020

terça-feira, 12 de abril de 2016 às 16:00
Claire Williams

Claire Williams

Claire Williams diz que ter uma estrutura de pagamento mais justa na F1 fará parte de futuras negociações com o detentor dos direitos comerciais, já que os acordos atuais estão expirando em 2020.

Cada equipe tem atualmente um acordo bilateral individual com Bernie Ecclestone, com equipes de ponta como Ferrari e Mercedes recebendo receitas extras, além da programação normal de prêmios em dinheiro da F1.

A Sauber e Force India já apresentaram uma queixa com a União Europeia se opondo ao sistema que descrevem como “injusto e ilegal”. Claire Williams admite que as equipes independentes devam ser pacientes antes de poderem tentar mudar a natureza tendenciosa dos pagamentos.

“Nossa filosofia na vida é se você não pode fazer algo sobre alguma coisa, então não se preocupe com isso”, ela disse ao site Autosport. “Nós não podemos fazer nada sobre isso”.

“Temos tentado. Muitas equipes têm tentado. Mas, como Bernie (Ecclestone) nos aponta sempre, nós assinamos o acordo atual nesses termos, e não podemos fazer nada sobre isso”.

“Temos que esperar nossa hora. Com o novo acordo, obviamente, vamos negociar novos termos antes de 2020 e espero que uma revisão e uma redistribuição seja o resultado dessas discussões”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.