F1 – Whitmarsh oferece ajuda em meio à crise da McLaren

Martin Whitmarsh

Martin Whitmarsh, ex-chefe da McLaren, ofereceu ajuda em meio a uma suposta revolta dos funcionários da equipe.

O Daily Mail relatou que alguns funcionários da McLaren, irritados com os atuais problemas da equipe britânica mesmo após o fim da era Honda, formaram uma delegação que está conversando com Whitmarsh.

Whitmarsh deixou o cargo de chefe da McLaren em 2014 depois de 25 anos na organização baseada em Woking.

“Pessoas da McLaren disseram que me enviariam uma carta sobre a situação. Eu lhes disse para enviá-la a Mansour (Ojjeh, acionista da equipe), não para mim”, confirmou Whitmarsh.

Acredita-se que os funcionários estão insatisfeitos com a liderança de Eric Boullier após a mais recente crise de performance e as aventuras de Zak Brown nos mundos de Le Mans e da Fórmula Indy.

“Eu amo a equipe e estou desesperadamente triste por ver o que ela se tornou”, continuou Whitmarsh.

“Uma grande mudança de mentalidade é necessária. Há política demais entre as figuras principais. Acho que várias delas precisam sair. Eu expliquei minha opinião para Mansour, e cabe aos acionistas decidir o que fazer”.

Whitmarsh sugeriu que apoia aqueles funcionários que acreditam que Brown em particular está espalhando os interesses da McLaren muito além do paddock da Fórmula 1.

“Tudo o que importava para a equipe era vencer na F1”, disse ele. “A McLaren indo em outra direção ao invés de priorizar unicamente a categoria é algo que me faz estremecer”.

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.