F1 – Whiting confiante que pode controlar queima de óleo

quarta-feira, 14 de março de 2018 às 13:50

Mercedes e Ferrari

O diretor de corrida da Fórmula 1 da FIA, Charlie Whiting, diz que está “confiante” de que a categoria pode evitar que as equipes consigam burlar as novas restrições sobre a queima de óleo.

Algumas equipes conseguiram obter uma vantagem ao queimar o óleo como combustível na câmara de combustão de seus motores. Novas regras foram introduzidas para evitar isso, incluindo um limite máximo de consumo de óleo de 0,6 litros por 100 quilômetros.

No entanto, o presidente da equipe Red Bull, Christian Horner, afirmou durante os testes pré-temporada que existem “janelas de oportunidade” para que as equipes consigam contornar as novas restrições nas sessões de classificação.

Whiting admitiu verificar quanto óleo cada equipe usou durante a classificação era uma “dificuldade”, mas disse que a FIA está “confiante de que podemos”.

“Se você tem uma pequeno número de voltas, obviamente,  você está olhando uma porcentagem que você precisa para testar e detectar quantidades menores que foram usadas”, disse ele. “Então, esse é um desafio”.

“Nós obrigamos todos a instalarem sensores de óleo homologados em seus principais tanques, mas eles têm tanques de óleo auxiliares, nós podemos verificar esses também. Portanto, é apenas uma questão de verificação de detalhes apenas para garantir que eles respeitem os 0,6 [litros por quilômetro], mesmo em curtas distâncias”.

“É relativamente simples ao longo de uma distância de corrida. Mas acho que o tipo de coisa que Christian dizia, por exemplo, sabemos que o Renault tem muito, muito baixo consumo de óleo. As outras não”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.