F1 – Vettel cauteloso após 20 anos da morte de Senna

segunda-feira, 28 de abril de 2014 às 14:22

Sebastian Vettel

A F1 tem feito muito para melhorar a segurança desde a morte de Ayrton Senna, mas o campeão mundial Sebastian Vettel avisa que o perigo no esporte não pode ser subestimado.

Faz 20 anos desde que a F1 teve uma última fatalidade durante uma corrida, quando Ayrton Senna morreu num acidente, mas Sebastian Vettel diz que o perigo inerente ao esporte não pode ser subestimado.

“A Formula 1 é mais segura hoje, mas ainda não é totalmente segura porque ainda há muita coisa que pode acontecer”, disse Vettel.

Apesar do aumento das medidas de segurança implementadas desde a morte de Senna em 1º de maio de 1994 – e de Roland Ratzenberger, que morreu um dia antes no treino de classificação, Vettel avisou: “Você nunca deve se sentir muito seguro”.

Os pilotos agora têm uma proteção de cabeça e pescoço, um desenvolvimento que alguns acham que poderia ter salvo Ratzenberger há 20 anos.

“Infelizmente, sempre houve acidentes e eventos negativos para aprendermos o máximo”, disse Vettel.

Desenvolvimentos tem sido feitos em testes de colisão, cockpits maiores com assentos removíveis, melhores capacetes para proteger os pilotos e tornando as pistas mais seguras.

A FIA também pode reduzir o risco envolvido com regulamentos de corridas e pilotos responsáveis seguindo as regras.

O ex-presidente da FIA, Max Mosley fundou seu próprio instituto de investigação de acidentes, sob a liderança do Dr. Sid Watkins.

“O progresso a este respeito é inacreditável”, disse Viviane Senna, irmã de Ayrton.

Esse progresso foi visto em primeira mão quando o carro de Robert Kubica foi quase completamente destruído num acidente de 2007, no Canadá, com o piloto saindo com apenas uma concussão e um tornozelo torcido.

O simples fato é que um esporte como a Formula 1 pode nunca ser completamente seguro.

Em 2009, Felipe Massa sofreu uma lesão grave nos olhos quando uma mola se soltou do carro na frente e o acertou na cabeça.

“Há sempre a possibilidade de que algo estranho possa acontecer com consequências graves”, disse Vettel.

A batalha para a segurança dos pilotos continua a ser uma tarefa essencial, mesmo 20 anos após a morte de Ayrton Senna.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.