F1 – Todt reconhece os pedidos para motores mais barulhentos

quarta-feira, 17 de janeiro de 2018 às 12:38

Unidade de potência Honda RA617H

O presidente da FIA, Jean Todt, diz que está feliz com a aparência dos motores da Formula 1 no momento, mas está disposto a aumentar o som em resposta à opinião pública.

“Se você me perguntar, eu não preciso do barulho”, disse Todt no GP de Abu Dhabi no ano passado. “Estou bastante feliz com isso. Eu não acho que não precisamos de barulho, mas estou bastante satisfeito com o som que temos agora”.

“O único problema é que parece haver muitas queixas sobre o ruído. Tenho certeza, se você estiver aqui com 20, 25 pessoas, teremos opiniões diferentes sobre o barulho. Então, se pudermos agradar as pessoas, dando mais barulho, não estou contra isso, então precisamos apenas ver como dar mais barulho”.

Mudanças na fórmula do motor para 2021 estão em discussão. Todt admitiu que existam outras deficiências para a fórmula atual que precisam ser corrigidas, mas não espera que a próxima fórmula do motor seja radicalmente diferente.

“Estamos conversando, isso começou há meses, com as atuais fabricantes de motores, com potenciais fornecedores de motores, com o titular dos direitos comerciais, como deveria ser um bom motor”.

“Se perguntarem o que sinto sobre o motor atual, ele tem sido um exercício interessante. Eu acho que é muito complicado, acho que é muito caro, mas provavelmente é um bom primeiro passo para uma próxima geração de motor, que será uma evolução do que temos agora”.

“Eu sou contra começar um desenvolvimento de motor completamente novo, mas acho que devemos tirar o máximo do que entendemos com esse motor e permitir que as fabricantes atuais que investiram fortemente poderem aproveitar o que investiram para a próxima geração de motores, e também incentivando os novos à entrarem”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.