F1 – Susie Wolff pede mudanças na regra de superlicença

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015 às 13:47

Susie Wolff

Susie Wolff pediu a FIA para reconsiderar os critérios da superlicença da F1 de forma que os pilotos de testes não percam assentos de corrida a partir de 2016.

Embora a piloto de testes da Williams completasse mais de 1000 km para sua equipe desde 2012, atualmente não receberia uma superlicença dentro dos novos critérios que serão introduzidos no próximo ano.

O reserva da Mercedes Pascal Wehrlein, que substituiu Lewis Hamilton no teste de Barcelona, também não teria as condições necessárias apesar de ter vencido corridas no Europeu de F3 e na DTM e teria de ganhar em um grande campeonato júnior para ter uma esperança de correr na F1.

“Não pode ser assim”, disse Wolff ao site Autosport sobre a situação da superlicença. “Temos de estar cientes do fato de que o tempo em um carro de F1 é absolutamente muito valioso porque é muito limitado”.

“Assim, cada quilômetro que você pode fazer lhe dá uma vantagem como piloto. Lhe dá experiência e não pode ser completamente ignorado”.

A FIA admitiu no início deste ano que estaria aberta a ajustes no sistema de pontos da superlicença, mas acredita-se ser pouco provável que pilotos de testes como Wolff ou Wehrlein receberiam a superlicença sem ter o sucesso de corrida necessário.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.