F1 – Stroll não dá ouvidos ao ódio

sexta-feira, 17 de novembro de 2017 às 13:18

Williams

Lance Stroll diz que se daria uma nota “8,5 em 10” por sua temporada de estreia na Fórmula 1.

Na verdade, o novato de 19 anos foi repetidamente criticado este ano, inclusive pelo campeão mundial de 1997, Jacques Villeneuve, que não pensa que Stroll melhorou.

“Olhando para a temporada, tenho que dizer que houve tempos muito desafiadores. Especialmente no início”, disse Stroll, cujo bilionário pai Lawrence traz apoio substancial a Williams.

“Também houve bons momentos”, insistiu Stroll. “Eu estive no pódio. Eu estive na primeira fila”.

O site Auto Motor und Sport da Alemanha pediu à Stroll para se dar uma nota para a temporada de 2017.

“Sempre há margem para melhorias”, ele respondeu. “Então não seria um 10. Eu diria um forte 8,5. Tivemos uma temporada muito boa, marcando muitos pontos. Ainda assim, um 9 seria muito bom”.

Perguntado se a classificação era uma fraqueza particular para ele em 2017, Stroll respondeu: “Eu posso melhorar em todas as áreas. Muitas coisas pequenas. Muitas vezes eu tive sorte na classificação, mas outras vezes eu certamente poderia melhorar. Eu certamente posso me tornar um piloto mais completo e melhor. Mas isso leva tempo e experiência. Esta foi apenas a minha primeira temporada”.

Stroll – orientado por Felipe Massa este ano – terá um novo companheiro de equipe para 2018, e Villeneuve sugeriu que o canadense espera que quem vier seja “mais lento”.

“Eu não me concentro no que é dito ou escrito sobre mim”, insiste Stroll. “Eu não leio os jornais ou escuto o ciúme e o ódio. Tem sido importante manter uma cabeça fria”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.