F1 – Sirotkin: Segunda temporada parecia muito óbvia

Sergey Sirotkin

Sergey Sirotkin acredita que “parecia óbvio” que ele estaria competindo em sua segunda temporada de Fórmula 1 antes da Williams anunciar que Robert Kubica iria ocupar seu lugar em 2019.

Sirotkin se juntou a Williams no início de 2018, superando Kubica para o assento de corrida. Kubica teve que se contentar com o papel de reserva e desenvolvimento para 2018, uma decisão que Claire Williams diz ter sido vital para garantir um período integral em 2019.

Kubica fará parceria com George Russell na equipe de Grove, mas Sirotkin alega que estava parecendo positivo para ele ter o segundo ano na F1: “Esperei fortemente [por uma segunda temporada] e parecia que era o caso”.

“Parecia bastante óbvio que seria o caso por um bom tempo. Mas é a F1, é um mundo difícil. Para obter sucesso, há também muitos, muitos parâmetros diferentes que, infelizmente, na maioria das vezes não estão à altura do desempenho do piloto ou qualquer outra coisa”.

Sirotkin teve um ano difícil na Fórmula 1, lutando no fundo do pelotão em um Williams que não conseguiu competir na batalha do meio-campo. Quando perguntado se ele teria feito algo diferente se tivesse que fazê-lo novamente, o piloto de 23 anos admite que teria aproveitado mais a sua estreia.

“Você tem esse estresse extra já que é a primeira corrida”, disse Sirotkin. “Eu posso honestamente dizer que me sinto um pouco triste por não ter aproveitado o máximo que pude, sendo um pouco apressado, um pouco estressado, um pouco nervoso sobre como as coisas iriam, [porque] é o começo do ano e há muitas variáveis”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.