F1 – Sauber: Ericsson foi uma referência para Leclerc na temporada de estreia

terça-feira, 15 de janeiro de 2019 às 11:57

Marcus Ericsson e Charles Leclerc

O chefe da equipe Sauber, Frederic Vasseur, acredita que Marcus Ericsson atuou como uma referência “útil” para o companheiro de equipe Charles Leclerc em 2018, ajudando no ajuste do jovem à Fórmula 1.

Leclerc liderou o ataque da Sauber em 2018, quando a equipe subiu do final do grid para liderar o meio-campo, por vezes, no final do ano. Suas atuações ajudaram a conquistar a Ferrari para 2019, quando Leclerc substituirá Kimi Raikkonen.

Ericsson teve sua temporada mais forte na F1 com a Sauber, e apesar de só conseguir marcar menos de um quarto dos pontos da equipe para o ano, o chefe da equipe, Vasseur, acredita que o sueco melhorou seu jogo e atuou como uma referência útil para Leclerc.

“Se você considera Marcus comparado a 2017, acho que ele deu um grande passo à frente. Quando ele chegou na pista em Melbourne, ele era 6 kg mais leve”, disse Vasseur.

“Desde o começo, ele deu um passo à frente. Mesmo na última parte da temporada, ele estava sempre na mesma parte do tempo de volta de Charles, que estava na frente dele, ou logo atrás dele”.

“Foi muito útil para Charles também ter alguém como referência como Marcus. Marcus também teve a vantagem de dar um bom feedback e nos ajudou muito durante a temporada para tomar uma decisão sobre o lado técnico”.

“Quando [Leclerc] entrou na F1 vindo da F2, não é fácil ter uma referência sobre o desempenho”.

Ericsson entrará na Indy para 2019 com a Schmidt Peterson Motorsports, com a Sauber tendo nomeado Raikkonen e Antonio Giovinazzi como seus pilotos para a próxima temporada.

[the_ad id=”237860″]

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.