F1 – Sainz se sente como um jogador de futebol emprestado

Carlos Sainz

Carlos Sainz diz que ser emprestado da Red Bull para a Renault é uma situação estranha porque é mais comum para um jogador de futebol do que para um piloto de Fórmula 1.

O protegido da Red Bull se transferiu da Toro Rosso para a Renault no final da temporada 2017 e disputará toda a campanha de 2018 com a montadora francesa.

Apesar de não ser incomum as grandes montadoras colocarem jovens pilotos em equipes menores, Sainz está em seu quarto ano na F1 e foi para a Renault como parte da troca do acordo de fornecimento de motores da Toro Rosso para a McLaren.

Sainz declarou ao site Autosport: “Eu não sei de muitos pilotos que estão emprestados, é mais um termo do futebol. É uma situação um pouco estranha, sou um caso especial no momento. É por isso que não posso deixar minha cabeça ser afetada”.

“Só preciso fazer o que estava fazendo na Toro Rosso, boas corridas sempre que entro na pista, então as coisas se encaixarão. Quando eu estava na Toro Rosso, quem teria me dito que eu estaria na Renault este ano? Ninguém. É uma situação bem especial”.

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.