F1 – Sainz ‘não pode reclamar’ sobre a falta de compaixão da Red Bull

quinta-feira, 18 de agosto de 2016 às 15:51
Carlos Sainz e Helmut Marko

Carlos Sainz e Helmut Marko

Carlos Sainz diz que “não pode reclamar muito” sobre quão dura a Red Bull é com jovens pilotos conduzidos à Fórmula 1 pelo seu programa.

A Red Bull traz jovens pilotos para a F1 através da Toro Rosso, com nenhum piloto tendo mais de três temporadas antes quer ser promovido ou descartado. Sainz viu o ex-companheiro de equipe Max Verstappen promovido para a Red Bull depois de quatro corridas nesta temporada, com Daniil Kvyat voltando para a Toro Rosso após alguns desempenhos fracos.

“Eu acho que tem seus prós e contras,” disse Sainz à F1i quando perguntado se essa política lhe dá esperança para uma futura promoção ou significa que nunca está confortável. “Mas normalmente eu diria que é positiva, porque foi o que me trouxe até aqui e é como o programa tem trabalhado nos últimos dez anos”.

“É o programa júnior de maior sucesso, então só posso ver o lado positivo disso porque traz tantos jovens talentos e normalmente tem funcionado. Não posso reclamar muito sobre a sua filosofia”.

A Red Bull já exerceu a opção de reter Sainz para a temporada de 2017, com o espanhol novamente definido para pilotar para a Toro Rosso no próximo ano.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.