F1 – Sainz: Ganhos no motor Renault não foram suficientes

quinta-feira, 11 de outubro de 2018 às 12:09

Carlos Sainz

Carlos Sainz acredita que os recentes problemas da Renault estão ligados à sua unidade de potência, que não está onde eles querem que ela esteja.

No meio da temporada, a Renault parecia ter certeza de assegurar o quarto lugar, tal era sua vantagem sobre seus rivais no meio-campo.

No entanto, nas últimas semanas, a Haas, que tem motores Ferrari, fechou a diferença para menos de dez pontos, enquanto Sergio Perez substituiu Nico Hulkenberg como “o melhor do resto” na classificação dos pilotos.

Sainz diz que isso é tudo porque as atualizações do motor da Renault ficaram aquém daquelas introduzidas pelos rivais de motores Ferrari e Mercedes.

“Acho que houve um grande revés com provavelmente o lado do motor”, disse ele ao site Motorsport.com. “Não esperávamos que a Ferrari e a Mercedes fizessem um grande passo ao longo do ano”.

“Nós pensamos que a Spec B provavelmente seria suficiente, mas nós vimos no momento que não é”.

“Nós trouxemos coisas para o chassi, provavelmente não é tão ruim assim, mas no lado da velocidade máxima não estamos onde queremos estar”.

A equipe de fábrica também não conseguiu testar o motor Spec C da Renault, com o espanhol revelando que esses problemas se relacionam em parte com o combustível que a Renault usa.

“A equipe está totalmente certa de que com o nosso combustível, o motor não é confiável o suficiente, então eu apoio totalmente a equipe com qualquer decisão que eles tomem”, acrescentou Sainz.

“Eu só acho que precisamos de mais potência, o que não temos, e não conseguimos por qualquer motivo”.

“Se quiséssemos estar no Q3 no Japão, precisávamos de mais potência, e a Honda mostrou que isso é possível”.

Quer concorrer a uma réplica do capacete do Ayrton Senna? Clique AQUI e palpite sobre quem vai vencer o GP dos EUA de Formula 1 no dia 21 deste mês!

[the_ad id=”237860″]

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.