F1 – Romain Grosjean é o mais rápido com a Lotus

domingo, 22 de fevereiro de 2015 às 15:31

Romain Grosjean

Romain Grosjean garantiu a Lotus em primeiro no teste de pré-temporada, quando Nico Rosberg, usando pneus médios, mandou um aviso para os rivais da Mercedes em Barcelona e ficou em segundo na tabela de tempos.

Grosjean usou pneus supermacios para colocar o E23 no topo pela terceira vez em quatro dias na Espanha.

Mas seu melhor tempo, com 1m24.067s, foi apenas 0,25s mais rápido do que Rosberg, apesar do alemão estar com pneus que a Pirelli estima ser até 2s mais lento por volta.

O piloto da Mercedes começou o dia rodando para a brita, mas subiu na tabela de tempos na última hora, quando mais uma vez o novo W06 correu sem usar qualquer uma das duas opções mais macias de pneus.

O mesmo não pode ser dito para Daniil Kvyat da Red Bull que usando pneus macios, foi 0,6s mais lento que Rosberg. O russo brevemente liderou antes de perder para Grosjean com pneus supermacios.

Além destas disputas, houve mais problemas para a McLaren-Honda.

Fernando Alonso sofreu uma manhã difícil, testando muito pouco e, quando apareceu e começou a forçar, saiu da pista pouco antes do almoço e teve de ser levado de helicóptero para o hospital.

Embora uma tomografia computadorizada revelasse que o espanhol saiu ileso do acidente, a equipe não continuou o teste, apesar de Jenson Button estar pronto para assumir no período da tarde.

Os dramas da McLaren significam que a equipe deixa Barcelona tendo completado apenas 104 voltas em todos os quatro dias, uma marca ultrapassada no domingo por três equipes com motores Mercedes: a equipe de fábrica (129), a Williams (127) e a Lotus (111).

O compatriota de Alonso, Carlos Sainz liderou a sessão da manhã, mas também saiu da pista, após o almoço, trazendo as bandeiras vermelhas. O piloto da Toro Rosso não voltou a treinar.

Três outros pilotos causaram interrupções no período da tarde. Valtteri Bottas da Williams parou na curva 4 logo após o acidente de Sainz, embora o finlandês recuperasse para fazer o quinto melhor tempo, enquanto o Force India de Nico Hulkenberg sofreu uma falha terminal no motor Mercedes.

Felipe Nasr, que foi o quarto mais rápido com pneus supermacios, causou a última bandeira vermelha quando parou na curva 8 com 10 minutos restantes.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.