F1 – Renault espera que os pilotos forcem mais graças ao combustível e pneus

Renault

Um aumento na permissão de combustível e pneus mais duros na Fórmula 1 deve permitir que os pilotos disputem duro do começo ao fim deste ano, disse o diretor executivo da Renault F1, Marcin Budkowski.

Nas últimas duas temporadas, o consumo de combustível tem sido frequentemente um problema no dia da corrida, principalmente devido aos níveis mais altos de downforce introduzidos em 2017 e aos subsequentes tempos de volta mais rápidos.

Este ano, a permissão de combustível de corrida aumentará de 105 kg para 110 kg para ajudar os pilotos a usar toda a potência de seu motor, desde as luzes até a bandeira quadriculada, pelo menos neste ponto.

“Houve uma série de corridas, mesmo no ano passado, onde as pessoas não estavam levando 105 kg, mas estavam com ainda menos porque a desvantagem de transportar mais combustível é que o carro é mais lento porque o peso do carro é maior”, explicou Budkowski.

“É sempre um compromisso entre a quantidade de combustível e desempenho. Mas houve uma série de corridas onde até mesmo 105 kg, abastecendo completamente o tanque, não permitiria que você forçasse corretamente e a quantidade de combustível que as equipes tinham usar durante a corrida foi muito significativo”.

“Junte isso com alguma economia de pneus e, obviamente, houve uma série de corridas onde os pilotos estavam realmente controlando o ritmo em vez de forçar o carro”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.