F1 – Renault em modo agressivo para Xangai

quarta-feira, 8 de abril de 2015 às 12:39

Remi Taffin

O diretor de operações Remi Taffin disse que a fabricante está se indo para o GP da China em um modo mais agressivo já que querem se recuperar de um início de temporada difícil.

A fornecedora francesa recebeu fortes críticas de Christian Horner da Red Bull, após o GP da Austrália. Apesar de uma ligeira melhoria na Malásia – os quatro carros com motores Renault terminaram dentro dos pontos – Taffin aceita que a Renault ainda tem um longo caminho a percorrer para alcançar suas rivais.

“Nós continuamos o intensivo programa de testes que começou depois da Austrália e vamos ver mais resultados em Xangai”, disse Taffin. “O desempenho também melhorou na Malásia, apesar de termos alguns de reserva para manter a confiabilidade”.

“Agora que estamos ficando mais confiantes nesta área, podemos nos dar ao luxo de sermos mais agressivos e devemos ver melhores resultados nas retas, com uma maior velocidade máxima”.

Taffin acredita que sua equipe tem seus problemas técnicos sob controle, com as melhorias introduzidas na dirigibilidade e desempenho entre Sepang e Xangai e sente que a Red Bull e Toro Rosso podem desafiar a Williams.

“Na Malásia chegamos perto do que poderíamos considerar o nível normal de dirigibilidade que tínhamos no final de 2014”, acrescentou. “Para a China, daremos alguns pequenos passos para frente. Com as melhorias esperamos poder lutar com a Williams e conseguir mais alguns pontos”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.