F1 – Renault admite que problemas não sejam fáceis de corrigir

domingo, 15 de março de 2015 às 10:56

Red Bull

A Renault admitiu que seus problemas não fossem simples para corrigir depois que teve um início problemático para a temporada de 2015 na Austrália.

Daniel Ricciardo e Daniil Kvyat se queixaram de problemas por todo fim de semana, com Ricciardo terminando em sexto e Kvyat incapaz de alinhar no grid depois de um problema da caixa de marchas na sua volta de instalação.

Os infortúnios da Renault foram agravados ainda mais pelo abandono de Max Verstappen devido a um problema com o motor de seu Toro Rosso.

“Desde o início do fim de semana já enfrentamos uma série de problemas técnicos, tanto na Red Bull e na Toro Rosso”, disse o diretor de operações Remi Taffin.

“A confiabilidade tem sido abaixo da média, com Daniel e Max tendo problemas no motor. Os problemas não estão relacionados e já estamos investigando um programa de recuperação para se certificar de que não teremos uma repetição”.

“O maior problema tem sido a dirigibilidade, o que tornou difícil para todos os pilotos se sentirem confortáveis nos carros”, explicou ele. “Isso afeta a aceleração e a confiança nas curvas, piorando os tempos de volta neste fim de semana.

“Está relacionado com o mapeamento, ou a forma como a unidade de potência está configurada, então apesar de não ser um reparo fácil, não exige uma reformulação completa. Temos muito trabalho a fazer antes da Malásia, mas igualmente muita motivação para não repetir os mesmos problemas que tivemos neste fim de semana”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.