F1 – Renault admite que ainda tenha trabalho a fazer

segunda-feira, 2 de março de 2015 às 14:44

Red Bull

A Renault admite que vá chegar à primeira corrida da temporada com trabalho ainda a fazer para cumprir o seu objetivo de reduzir o déficit para a Mercedes.

A fabricante francesa estabeleceu uma meta de reduzir pela metade o déficit da Mercedes antes do GP da Austrália.

Depois de um encorajador trabalho na confiabilidade, com uma série de corridas sendo feitas com a Red Bull e Toro Rosso no primeiro teste em Barcelona, a Renault passou para o trabalho de desempenho no Circuito da Catalunha, na semana passada.

Ela trouxe atualizações para a Espanha, mas provocaram algumas novas dificuldades de dirigibilidade, que a Renault admite que ainda não foram totalmente resolvidas.

Remi Taffin disse: “Fomos capazes de conseguir o potencial do motor, mas a principal coisa que ainda estamos trabalhando é ter este potencial tão consistente quanto pudermos, e também na dirigibilidade”.

“Só para deixar claro, para mapear um motor não é um caso de dois ou três dias. Estamos falando de semanas ou até meses, especialmente com esta unidade de potência”.

Taffin disse que a Renault estava satisfeita com a especificação final do motor que irá para a primeira corrida, mas admitiu que levaria vários GPs para desbloquear todo o potencial.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.