F1 – Relacionamento entre Mercedes e Ferrari varia conforme a época

domingo, 30 de dezembro de 2018 às 9:30

Ferrari e Mercedes

Toto Wolff diz que Mercedes e Ferrari não podem ter um relacionamento “amigável” durante o calor da batalha no meio da temporada, mas diz que as maiores rivais da Fórmula 1 podem discutir o futuro do esporte de uma maneira mais construtiva agora que o campeonato terminou.

A Ferrari terminou em segundo atrás da Mercedes em três das últimas quatro temporadas, aproximando-se gradualmente nos últimos dois anos.

Ambas as equipes muitas vezes tratam a outra com suspeita e 2018 não foi diferente, com a potência do motor impulsionado pela Ferrari e um novo estilo de aro de roda trazido pela Mercedes atraindo olhares acusadores de garagens próximas.

No entanto, tanto as Flechas de Prata quanto a Scuderia encontraram um terreno comum nos últimos meses, com preocupações sobre a visão da Liberty Media para o futuro da F1 – algo que pode voltar ao foco agora que as equipes podem discutir assuntos mais abertamente.

“Eu acho que é muito difícil manter uma atitude de cavalheiro muito amigável durante a temporada, quando cada grupo está obcecado em ganhar”, disse Wolff ao site Motorsport.

“Podemos ver que as coisas estão voltando à normalidade agora, porque é nossa plataforma conjunta e precisamos fazer com que funcione”, explicou o chefe da Mercedes.

“Precisamos ter um relacionamento para discutir as coisas e é por isso que eu acho que é completamente normal que haja momentos em que é mais difícil e outros em que é fácil. Os momentos em que conversamos de forma produtiva são muito importantes para a F1 e para nós como equipes”, concluiu.

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.