F1 – Raikkonen: Mau funcionamento era esperado no primeiro dia

terça-feira, 28 de janeiro de 2014 às 16:05

Ferrari F14 T

Kimi Raikkonen disse que não está surpreso com a alta taxa de desgaste que arruinou o primeiro dia de testes da pré-temporada da F1.

O finlandês conseguiu o melhor tempo do teste depois de completar 31 voltas em sua nova Ferrari, num dia em que muitos de seus potenciais rivais ao título tiveram problemas.

A McLaren não conseguiu rodar sequer, a Red Bull só completou três voltas no final do dia e a Mercedes teve que encerrar seus testes após Lewis Hamilton bater.

Mas ao invés de ver o difícil primeiro dia dos novos carros turbo como algo a se preocupar, Raikkonen acha que isto era de se esperar.

“Com certeza todo mundo quer ver mais voltas e nós queremos fazer mais voltas, mas isto é muito normal, com uma mudança tão grande”, disse Raikkonen.

“Vai levar um pouco de tempo antes de podermos correr a 100 por cento o tempo todo e não ter problemas”.

“Eu acho que nós começamos muito bem”.

Raikkonen reconhece que seu dia foi mais normal do que parecia do lado de fora, e não acha que os carros novos são particularmente diferentes de pilotar em comparação com os do ano passado movidos a motores V8.

“Acho que o maior desafio é conseguir que todo o material novo funcione como nós queremos, e trabalhem em conjunto”, explicou.

“É muito mais complicado do que estamos acostumados, mas na parte da pilotagem, não acho muito diferente”.

“É apenas o primeiro dia com todo o material novo por isso é preciso tempo termos velocidade. Um dia já acabando, um monte de trabalho a fazer, nós sabemos disso”.

“Mas nós esperávamos estes primeiros dias de teste para aprender coisas, então realmente não sinto que tem uma diferença tão grande neste ano ou qualquer outro anterior”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.