F1 – Raikkonen: “É seguro sempre?”

segunda-feira, 6 de outubro de 2014 às 12:40

Kimi Raikkonen

Kimi Raikkonen disse que as condições nunca podem ser 100% seguras, mas acredita que o GP do Japão não foi realizado perigosamente.

Jules Bianchi sofreu um ferimento grave na cabeça depois que saiu da pista e bateu num veículo de resgate com o aumento da chuva em Suzuka e com a decisão da FIA de não parar a corrida mais cedo sendo questionada. No entanto, Raikkonen acredita que a pista estava boa o suficiente para correr e diz que é impossível ter um ponto definitivo quando as condições deixam de ser seguras.

“Eu não acho que as condições estavam tão ruins”, disse Raikkonen. “Claro que a chuva aumentou um pouco mais com os pneus intermediários, mas ainda estava tudo bem. Não parecia tão ruim, com alguns lugares tendo um pouco mais de água, mas isso depende de quanto tempo tem seus pneus”.

“Foi seguro? É seguro sempre? Você não pode dizer que agora é seguro e uma volta mais tarde que não é seguro. Sabíamos que as condições eram complicadas e correr com um pouco mais de chuva com os pneus usados é sempre um pouco mais complicado”.

E Raikkonen disse que um piloto ainda pode derrapar em determinadas condições, independentemente da velocidade que está, com Bianchi batendo sob bandeiras amarelas enquanto o Sauber de Adrian Sutil era removido após um acidente na mesma curva.

“Tinha bandeiras amarelas, o que significa desacelerar, mas às vezes isso não importa. No início da corrida tivemos o carro de segurança, nós dirigimos a 100 km/h e tivemos aquaplanagem. Assim, mesmo desacelerando pode ficar em apuros, mesmo se você diminuir muito, ainda pode ir para fora se houver água. É simples assim”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.