F1 – Próximo passo da FIA na segurança será a biometria

terça-feira, 7 de junho de 2016 às 13:12
Fernando Alonso

Fernando Alonso

Na última edição da publicação interna Auto, a FIA divulgou algumas das conclusões do acidente sofrido por Fernando Alonso em Melbourne, com base nas novas câmeras de alta velocidade.

A câmera mostrou que o capacete do espanhol bateu dos lados do cockpit duas vezes durante o acidente, iguais aos dados semelhantes registrados por seu acelerômetro de ouvido.

“O próximo passo é a biometria – coleta de dados dos pilotos – como a frequência cardíaca, a temperatura do corpo e até mesmo os níveis de suor”, disse o chefe de pesquisa da FIA Laurent Mekies.

“Espero que sejamos capazes de colocar algo em um piloto, antes do final da temporada, pelo menos em um teste”, acrescentou.

Os dados biométricos se somarão à nova proteção de cockpit de 2017, além de planos para mais câmeras de frente para o piloto para colher e comparar os dados antes, durante e depois da batida.

“Você poderia imaginar um milhão de coisas amanhã – podemos tentar estimar as cargas sobre a parte superior do corpo dos pilotos através dos cintos de segurança, por exemplo”, Mekies acrescentou.

“É algo que nunca vai parar já que a pesquisa de segurança nunca será interrompida e vamos continuar avançando nos limites para alcançar uma compreensão mais profunda”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.