F1 – Prost: Equipes teriam “morte econômica” com pilotos mais talentosos

Alain Prost

O ex-piloto de F1, Alain Prost, expressou suas frustrações com a situação atual dos pilotos no esporte. Lance Stroll provavelmente forçará Esteban Ocon a deixar a Force India no final da temporada, o que significa que o jovem francês provavelmente ficará sem um lugar em 2019.

Suas frustrações aumentam à medida que as equipes não têm outra opção a não ser escolher os benefícios financeiros em relação ao desempenho do piloto. A Renault ia assinar com Ocon, mas mudou de ideia por Daniel Ricciardo. Toto Wolff criticou a Renault por isso, mas Prost rebateu.

“Toto Wolff criticou a Renault, mas por que ele não substituiu Valtteri Bottas na Mercedes por Ocon”, questionou Prost.

O consultor da Renault alega que as equipes enfrentam “morte econômica” caso escolham o piloto mais talentoso.

“Chegar à F1 sem dinheiro é muito complicado hoje. As carreiras dos pilotos estão começando cada vez mais cedo. Um garoto de quatro anos é colocado em um kart antes de passar pelas categorias juniores de corrida, o que exige muito apoio financeiro”, disse Prost ao jornal L’Equipe.

“Para se preparar para o futuro, eles se beneficiam de programas de teste com carros mais antigos”, acrescentou o tricampeão mundial. “Quando eu era dono de equipe, também fui confrontado com a dificuldade de escolher entre um piloto talentoso e um com dinheiro. Se você levar o primeiro, corre o risco de uma morte econômica”.

Quer concorrer a uma réplica do capacete do Ayrton Senna? Clique AQUI e palpite sobre quem vai vencer o GP de Abu Dhabi de Formula 1 em 25 de novembro!

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.