F1 – Promotor nega que GP do Brasil de 2016 pode ser o último

GP do Brasil

GP do Brasil

O promotor do GP do Brasil desmentiu as alegações de que o futuro da corrida está ameaçado após Bernie Ecclestone dizer que ela pode sair do calendário depois de 2016.

Interlagos tem um contrato com a Fórmula 1 até 2020, mas as instalações do autódromo brasileiro têm sido criticadas, e Ecclestone declarou em Baku: “A chance é que não aconteça no próximo ano”.

Ao ser questionado sobre os comentários de Ecclestone, o promotor Tamas Rohonyi disse ao site Autosport: “Bernie gosta muito do GP do Brasil e do país”.

“Sei que ele está ansioso há muito tempo para ver um maior desenvolvimento de Interlagos, então ele provavelmente quis expressar seu desejo de que tudo isso seja feito da melhor maneira possível, e nós lhe garantimos que está sendo feito”.

“Temos um acordo até 2020, e um contrato assinado com a FOM é de ferro – não há muita discussão. Mesmo se, devido à situação econômica, nós enfrentarmos dificuldades para pagar nossos custos aqui, teremos de fazê-lo”.

Interlagos está na fase final de uma reforma que incluiu a repavimantação da pista e novas instalações do paddock. Rohonyi acredita que Ecclestone, que planeja visitar o Brasil “muito em breve”, ficará satisfeito com o trabalho.

“Após a primeira fase, ele teve uma reunião com o prefeito da cidade no circuito e expressou satisfação com o que está sendo feito”, afirmou Rohonyi.

“Ele compreendeu que o volume de trabalho não pode ser feito em um único ano porque a pista é usada regularmente. Estou confiante de que, quando estiver concluído, ele vai olhar e dizer ‘uau, isso é ótimo'”.

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.