F1 – Promotor da Rússia detona o chefe de Silverstone

Sergey Vorobyev

A Rússia se distanciou de um grupo de circuitos da Fórmula 1 que estão ameaçando abandonar a categoria.

Uma declaração fazendo fortes críticas contra a Liberty Media foi divulgada pela chamada Associação dos Promotores da F1 (FOPA), e os comentários feitos por seu chefe Stuart Pringle provocaram polêmica.

Sergey Vorobyev, chefe do GP da Rússia, distanciou a corrida de Sochi da controvérsia. “Ele (Pringle) tem seus próprios problemas. É o chefe do GP da Inglaterra e não tem um contrato para o próximo ano”, declarou ele ao site sports.ru.

“Ele convocou vários promotores para uma reunião e eles conversaram sobre dificuldades em comum. Porém, a declaração pública foi estranha porque nem sequer foi estabelecida por todos os membros da FOPA. Foi completamente inesperada. Aparentemente, ele tentou fortalecer sua posição com o suporte de outros promotores, mas ele não tem isso”.

De fato, Vorobyev diz que “metade” dos membros da FOPA também não apoiam as mais recentes atitudes de Pringle.

“O México deu uma declaração afirmando que não apoia a opinião da FOPA, depois o Azerbaijão estendeu o contrato até 2023 e também ficou surpreso com a declaração pública feita em seu nome (pela FOPA). Vários promotores, principalmente europeus, também reconheceram que não compartilham as posições expressadas”.

Vorobyev chama a FOPA de “bastante fraca” como uma organização. “Suas atividades não trazem nenhum resultado, exceto declarações de que eles são favoráveis a todo o bem e contra todo o mal”, acrescentou ele.

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.