F1 – Potência ainda é um diferenciador, diz Horner

sexta-feira, 8 de dezembro de 2017 às 12:55

Christian Horner

Christian Horner diz que as lacunas de performance no final da temporada de 2017 demonstram que as diferenças de desempenho da unidade de potência ainda são significativas na Fórmula 1.

A Mercedes dominou a categoria desde a introdução das unidades de potência turbo V6 em 2014, com este ano marcando o quarto campeonato consecutivo da equipe. Novas regras aerodinâmicas foram feitas para aumentar as forças da Red Bull, e a Mercedes foi superada em oito ocasiões, mas a equipe de Horner não pôde desafiar seriamente a vitória após Max Verstappen ganhar no México.

Perguntado se alguma coisa mudou nas duas últimas corridas da temporada, Horner respondeu: “Não, só tivemos mais circuitos de potência”.

“O Brasil é uma pista de potência. Em Abu Dhabi, a Mercedes estava em uma classe própria. Se você ouvisse suas conversas pelo rádio, quando eles aumentavam o motor, só no setor do meio – eles eram meio segundo mais rápido ou mais lento -, dependendo do modo de motor que eles escolherem”.

“Parabéns para eles, eles estão fazendo um ótimo trabalho nessa área, mas o desempenho do motor é um diferenciador chave”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.