F1 – “Podemos ganhar o título novamente”, diz Horner

terça-feira, 15 de setembro de 2015 às 13:25

Christian Horner

Christian Horner, da Red Bull, está confiante que sua equipe pode voltar a vencer o campeonato mundial – se tiverem um motor competitivo.

A equipe tem tido dificuldades nas últimas duas temporadas após a mudança para os motores híbridos V6 turbo, com a Renault lutando para se adaptar às novas regras.

Esta situação vem depois de um período de grande sucesso na qual a Red Bull era a força dominante entre 2010 e 2013.

Apesar da atual diferença para a Mercedes e Ferrari continuar grande, Horner não acredita que seja insuperável. No entanto, o britânico afirmou que precisam dar grandes avanços com o motor para que possam voltar à frente do pelotão, e que isso será possível se tiverem o motor certo, como o que receberiam se a discutida parceria com a Ferrari ocorrer.

“Ganhamos quatro campeonatos mundiais e 50 grandes prêmios como equipe cliente, então não vejo por que não. Acho que é apenas uma solução diferente”, disse Horner. “A fim de ganhar um campeonato ou vencer uma corrida, precisamos dar um passo significativo na unidade de potência. Obviamente precisamos fazer progressos no chassi e estamos trabalhando muito duro nisso, mas realmente precisamos diminuir esta diferença para nossas concorrentes”.

Horner acredita que a Renault está pagando o preço por ter sido complacente com sua capacidade de produzir um motor V6 competitivo, e foi muito lenta para se adaptar às novas regulamentações.

“Eu acho que o problema da Renault foi não se adaptar rápido o suficiente”, disse ele. “A Mercedes, logo que as regras se tornaram claras para 2014, investiu muito mais e muito mais cedo, fez muito mais simulações e trabalho na fábrica. Acho que a Renault perdeu essa oportunidade e agora está tendo que correr atrás do tempo perdido”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.