F1 – Plano para o GP da Argentina depende da política

quinta-feira, 5 de novembro de 2015 às 12:42

Michael Schumacher vence o GP da Argentina de 1998

Bernie Ecclestone quer “esperar e ver o que acontece” nas eleições presidenciais na Argentina deste mês antes de se compromissar.

De acordo com Federico Gastaldi, da Lotus, Ecclestone está ansioso para voltar ao país sul-americano pela primeira vez desde 1998. Mas antes de tomar uma decisão, ele quer ver como fica a política.

“Bernie quer esperar para ver o que acontece com a eleição dentro de algumas semanas. Assim, poderíamos ter uma boa chance”, disse Gastaldi, que é argentino. “Alguns deveres de casa estão sendo feitos este ano e podemos resolver tudo, se for o ambiente certo. Temos um bom grupo atrás de nós, assim se Bernie estiver satisfeito com o novo governo oficial, isto poderia funcionar”.

“A pista de corrida está lá. Sim, precisa de mudanças, mas se conseguirmos trazer algum conforto para o Sr. Ecclestone, e conseguirmos também lhe dar todas as garantias do governo e do promotor, isso poderia acontecer em breve”.

“Bernie está muito interessado em trazer de volta a corrida para a Argentina porque ele sabe que há muitos fãs. Seria o mesmo que o México”, disse Gastaldi.

“Mas tem de ser no ambiente certo e então tenho certeza que, se Bernie estiver satisfeito com a proposta, tudo pode seguir em frente”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.