F1 – Petronas procura ajuda universitária na luta de combustível

quinta-feira, 30 de agosto de 2018 às 12:36

Petronas

A Petronas, fornecedora de combustíveis e lubrificantes da Mercedes, está recorrendo a “novas químicas” e ideias radicais das universidades para ajudar a equipe de Fórmula 1 em sua disputa pelo título com a Ferrari.

O chefe da Mercedes, Toto Wolff, admitiu que sua equipe foi “esvaziada” após a vitória confortável de Sebastian Vettel no GP da Bélgica, apesar das melhorias no chassi e no motor.

A Shell, fornecedora da Ferrari, trouxe um novo combustível para Spa, com 20% de ganhos de desempenho na própria atualização da Ferrari para a corrida, aumentando a pressão sobre a Petronas para responder.

Andy Holmes, chefe de pesquisa e tecnologia do grupo Petronas, disse que os caminhos tradicionais de desenvolvimento de combustíveis e lubrificantes já foram esgotados, então conceitos mais radicais estão sendo perseguidos.

“Para nós, o que é crítico no momento é uma entrada de novas ideias, novas químicas e ajuste das propriedades do combustível para enfrentar os desafios que estão surgindo”, disse ele à Autosport.

“Então, a pressão está sobre nós. Isso nos leva cada vez mais na direção de novas químicas. Estamos aumentando nosso investimento e inovação, procurando desenvolver novos componentes e novos fluidos que possam continuar nos proporcionando ganhos incrementais”.

“Achamos que é difícil, mas a razão pela qual estamos nisso é porque achamos que esses ganhos podem ser obtidos”.

Embora a Petronas empregue cientistas altamente qualificados, a empresa também está se voltando para as universidades em busca de ideias extras que possam ajudar a fazer um grande avanço.

Quer concorrer a uma réplica do capacete do Ayrton Senna? Clique AQUI e palpite sobre quem vai vencer o GP da Itália da Formula 1!

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.