F1 – Mudanças de 2019 devem reduzir downforce em um terço

sexta-feira, 2 de novembro de 2018 às 13:23

Asa dianteira de 2019

Os carros de Fórmula 1 devem perder cerca de um terço de downforce quando seguirem um ao outro no ano que vem, de acordo com as últimas previsões da FIA.

Na esteira das dificuldades que os carros tiveram para ultrapassar desde que as regras aerodinâmicas revisadas foram introduzidas no ano passado, as equipes e o órgão regulador concordaram com uma série de mudanças aerodinâmicas para 2019 para melhorar a situação.

Uma série de ajustes, incluindo modificações nas asas dianteira e traseira, visam ajudar os carros a se seguirem mais de perto.

Embora não se saiba ao certo quão grande será o benefício das mudanças até que os carros realmente atinjam a pista, o chefe de monopostos da FIA, Nikolas Tombazis, disse que a mudança será especialmente perceptível nas curvas de velocidade média.

Falando na última edição da revista Auto da FIA, Tombazis disse: “Consideramos a posição crítica entre 15 e 20 metros entre os carros”.

“Essa é a distância que esperamos ver entre os carros correndo meio segundo se aproximando de uma curva de velocidade média. Com a geração atual, o carro a seguir perde cerca de 30% de sua força descendente neste cenário. Esperamos reduzi-lo para 10%”.

Embora algumas equipes estejam céticas de que as mudanças farão muita diferença, Tombazis disse que as ultrapassagens teriam sido ainda piores nos próximos dois anos se nada tivesse sido feito antes de uma grande revisão técnica planejada para 2021.

A intervenção da FIA foi apoiada pelo diretor técnico da Williams, Paddy Lowe, que disse ter preocupações de longa data sobre o impacto negativo das regras aerodinâmicas introduzidas para 2017.

“Não fui fã dos regulamentos de 2017, o que, pensei, foi um retrocesso para as ultrapassagens”, disse Lowe.

“Eu sinto que não fazer nada agora significaria que teríamos vários anos de uma situação cada vez pior, à medida que as equipes desenvolvem mais downforce”.

“A FIA e FOM estavam corretas para agir neste momento e fazer algo diferente para 2019 e 2020. Eu tenho uma confiança bastante alta nos aspectos técnicos do que foi feito, que nos levará de volta na direção certa”.

Quer concorrer a uma réplica do capacete do Ayrton Senna? Clique AQUI e palpite sobre quem vai vencer o GP do Brasil de Formula 1 em 11 de novembro!

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.