F1 – Motor da Honda parece muito poderoso, diz Wolff

segunda-feira, 14 de janeiro de 2019 às 12:02

Red Bull e Toro Rosso

O chefe da Mercedes, Toto Wolff, disse que o motor da Honda parece “muito poderoso” antes da primeira temporada da fabricante japonesa com a Red Bull Racing. A Red Bull optou por encerrar sua parceria de longa data com a Renault diante dos resultados ruins.

A Honda passou a temporada de 2018 com sua equipe júnior, a Toro Rosso. Em um ano um tanto bem sucedido, marcou um quarto lugar no GP do Bahrain – o melhor resultado da Honda desde que retornou à Fórmula 1 em 2015 com a McLaren.

Enquanto a Honda está melhorando constantemente, Wolff acredita que a maior mudança virá dos novos regulamentos aerodinâmicos que serão aplicados este ano, incluindo asas dianteiras mais simples, bargeboards revistos e asas traseiras mais altas e profundas.

“Sim, pode muito bem ser porque já vimos que não há mais nenhum padrão. Não há uma equipe que domine um tipo de circuito. Isso mudou e o motor da Honda certamente parece muito poderoso agora”.

“Mas eu acho que o maior impacto será a regulamentação aerodinâmica completamente nova. Isso vai mudar tudo de cabeça para baixo. Alguém pode encontrar uma brecha ou um regulamento ou entender como esses carros funcionam antes dos outros, então acho que há uma grande variável nesses novos regulamentos, teremos equipes que não estão no radar hoje”.

A Mercedes entra na temporada de 2019 com cinco campeonatos mundiais consecutivos. Ela ainda não anunciou quando lançará seu mais recente carro, enquanto a rival Ferrari revelará seu carro no dia 15 de fevereiro.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.