F1 – Mosley apoia o halo e o teto orçamentário

terça-feira, 12 de fevereiro de 2019 às 9:03

Max Mosley

Max Mosley diz que apoia totalmente as mais recentes atitudes da Fórmula 1 visando proteger os pilotos.

O “halo” de proteção ao cockpit é altamente controverso, mas o ex-presidente da FIA afirma que Jean Todt tomou a decisão correta ao introduzi-lo.

“Eu não compareço a uma corrida desde 2009, mas assisto muitas das provas na TV”, declarou Mosley à Auto Motor und Sport. “Tenho de dizer que os carros sem o halo parecem quase antiquados agora. Eles parecem errados de algum modo”.

“Desde os anos 60, ouço que a categoria está ficando cada vez mais segura e que o dinheiro tem um papel cada vez mais importante, o que estraga a diversão. Apesar disso, a F1 só se tornou mais e mais popular”.

“Eu aconselho as pessoas que glorificam o risco a ir para um funeral. Não há nada pior do que a experiência da morte de um esportista jovem. Tudo bem, ele morreu fazendo algo que amava, mas é terrível para os parentes”.

Mosley também é favorável aos esforços de Todt e da Liberty Media de implementar o teto orçamentário, mas avisou que as equipes nunca irão apoiar totalmente a iniciativa.

“Por mais avançadas que sejam com sua tecnologia, elas são extremamente conservadoras em relação a mudar o sistema”, afirmou ele. “Elas simplesmente não querem nenhuma alteração”.

“Em particular, as equipes muito ricas não querem abrir mão de sua vantagem sobre as rivais com menos dinheiro. Se você tem três vezes mais funcionários, é como correr com um motor de maior cilindrada. Essas equipes nunca concordarão com um teto orçamentário”.

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.