F1 – Morte de Lauda “não foi uma surpresa”, diz médico

quarta-feira, 22 de maio de 2019 às 9:16

Niki Lauda

O cirurgião de Niki Lauda diz que já estava “claro há algum tempo” que o tricampeão mundial de Fórmula 1 não iria se recuperar.

Lauda, que passou por um transplante de pulmão no ano passado, morreu na segunda-feira aos 70 anos. Seções da mídia estavam antecipando um retorno de Lauda ao paddock neste ano, mas outros sabiam que o austríaco estava gravemente doente.

“A morte dele não nos surpreendeu”, declarou Walter Klepetko, que fez o transplante de pulmão em Lauda no ano passado, à emissora ORF. “Isso estava aparente desde o começo do ano. As férias de Natal em Ibiza fizeram bem para ele, mas depois veio a infecção por gripe. Nas últimas semanas, houve claros passos para trás”.

Klepetko também disse ao jornal Bild: “Não há causa da morte. No fim, foi um longo processo envolvendo uma decisão clara de todos. Em algum ponto, você precisa desistir. Não vou entrar em detalhes, já que isso é responsabilidade da família”.

Além do recente transplante de pulmão, Lauda já havia passado por dois transplantes de rim no passado. De acordo com relatos, ele estava fazendo hemodiálise e respirando com a ajuda de aparelhos.

“Ele esteve em uma situação dramática em certo momento e saiu milagrosamente dela. Foi uma luta corajosa e forte, mas infelizmente ele não recuperou sua velha força e adormeceu pacificamente com sua família”, concluiu Klepetko.

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.