F1 – Monza teme pelo futuro do GP da Itália

terça-feira, 21 de agosto de 2018 às 12:21

Monza

O futuro do GP da Itália em Monza foi colocado em dúvida depois de uma queda nas vendas de ingressos. O atual contrato com o circuito está definido para expirar após a corrida de 2019, e há preocupações de que um novo contrato seja caro demais para ser assinado.

Monza realizou o maior número de Grandes Prêmios na história da Fórmula 1, já que a corrida deste ano é a 68ª corrida na pista. No entanto, apesar do avanço da Ferrari em direção ao desafio do campeonato, as vendas de ingressos caíram no lendário circuito.

Isso deixou Angelo Sticchi Damiani, o presidente do Automobile Club d’Italia (ACI) preocupado com o seu futuro: “Um ano atrás Vettel tinha saído de férias como líder do mundial, agora ele está no papel de perseguidor”, disse ele à Gazzetta dello Sport. “Meu desejo é exatamente o oposto do que aconteceu há um ano, quando a partir de Monza a Mercedes decolou”.

A Liberty Media, proprietária da F1, falou sobre seus desejos de reduzir os custos de hospedagem de corridas. O futuro da Alemanha está em dúvida, enquanto ainda há pontos de interrogação sobre o futuro do GP da Inglaterra. Damiani diz que os custos devem cair para que o circuito continue promovendo as corridas de F1.

“Fechamos a corrida do ano passado com uma forte perda, e o orçamento de 2018 também não será diferente”, disse ele. “É claro que tal situação não é sustentável a longo prazo. A ACI está pronta para fazer sua parte, mas não sob quaisquer condições. [Chase] Carey sempre me disse que uma F1 sem Monza é impensável, e em quatro anos celebrará seu centenário. Concordamos com isso, mas também precisamos lidar com os fatos”.

Quer concorrer a uma réplica do capacete do Ayrton Senna? Clique AQUI e palpite sobre quem vai vencer o GP da Bélgica da F1!

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.