F1 – México retira financiamento do Grand Prix!

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019 às 11:55

GP do México

O presidente do México, Andres Manuel López Obrador, disse que vai rever o contrato de seu país com a Fórmula 1 e, com toda a probabilidade, cortar o financiamento do governo do evento.

O GP do México retornou ao calendário da F1 em 2015, após uma ausência de 23 anos, o local e seus promotores receberam muitos elogios da categoria pela organização e popularidade da corrida.

De acordo com o Financial Times, o subsídio anual do evento do governo mexicano é de aproximadamente US$ 20 milhões, mas o presidente Obrador já destinou esse dinheiro para um projeto ferroviário de bilhões de dólares.

A linha férrea do Trem Maia, que terá quase 1.600 quilômetros, destina-se a ligar os passageiros aos sítios arqueológicos e destinos turísticos populares do país.

“Eu não sei como estão os contratos da F1. Se eles não forem assinados, não conseguiremos”, disse AMLO, como é conhecido, em uma entrevista coletiva na terça-feira.

“Em alguns casos, os eventos foram financiados pelo fundo de desenvolvimento turístico e esse fundo está comprometido com a construção do Trem Maia”.

“Não sabemos em que situação esses contratos [com a F1] são. Vamos revisá-los. Continuaremos apoiando todos os esportes, mas com austeridade, sem excesso, sem desperdício”.

Os promotores, cujo contrato com a Fórmula 1 termina no final de 2019, vão se reunir em breve com o governo mexicano e a Liberty Media para discutir o futuro do GP do México.

Os treinos de pré-temporada começam na próxima segunda-feira, dia 18 de fevereiro e a primeira parte vai até o dia 21. E assim como nos últimos anos, convidamos você para acompanhá-los conosco aqui todos os dias a partir das 8 horas da manhã até às 2 da tarde ao vivo de Barcelona!

[the_ad id=”237860″]

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.